Número total de visualizações de página

quarta-feira, 4 de abril de 2007

Sensibilidade

Sensibilidade emaranhadas num novelo.
De primavera em flores.
Não há fim para as conversas e o meu olhar se perde
no horizonte.
Não há fim das coisas no coração, vão e voltam sem esperar.

1 comentário:

David Baena disse...

Gostei bastante do teu blog caro amigo pintor da sensibilidade.
Gostei especialmente das fotos do apartamento todo limpinho, fantástico! Mas gosto sobretudo da tua pintura abstracta. Muito boa.